Edição de outubro da revista Harper’s Bazaar UK conta com uma entrevista com Jenna Coleman
06.09.2018
postado por JCBR
A revista britânica Harper’s Bazaar traz na edição de outubro uma entrevista que Jenna concedeu durante as gravações de Victoria. A atriz fala sobre as transformações que ela optou por fazer para interpretar Joanna em The Cry e revelou sobre já estar em processo de envelhecimento para interpretar a Rainha Victoria.
Confira a entrevista:

Jenna Coleman está sentada em um trailer de figurino em um campo de pouso em Yorkshire, onde a nova temporada do ITV, Victoria, está sendo filmada, usando uma anágua, um roupão e uma touca de cabelo. “Estou posando sexy neste momento!” ela disse rindo. Coleman está retornando para uma terceira apresentação no brilhante drama real, que aborda o próximo capítulo do formidável reinado da rainha. “Temos sete crianças e estamos com várias crianças e dois cachorros no set, está parecendo “Victoria e Albert em ‘A Noviça Rebelde’”.” É um mundo diferente de sua nova série de drama da BBC One, The Cry, um tenso thriller psicológico que parece ser destinado a reforçar o status de Coleman como a rainha das telinhas.

O drama de quatro episódios baseado no romance de Helen FitzGerald de mesmo nome, que tem Coleman como Joanna, uma jovem mulher que tem um bebê que desaparece em uma viagem para uma pequena cidade costeira da Austrália com seu marido Allistair (Top of the Lake’s Ewen Leslie). “Primeiro eu li o roteiro em um vôo, bem quando as suas emoções estão bem intensas, e foi uma leitura bem interessante,” disse Coleman. “É como andar em uma corda bamba – tentando manter o equilíbrio sem pender demais para um lado ou para o outro.” O desaparecimento do bebê é um gatilho para um colapso mental, que é exacerbado resultante da imprensa e escrutínio público. “A história não parece previsível porque você tem várias linhas de tempo diferentes,” disse ela. “Meu desafio foi de mostrar a verdade, mas não revelar nada muito cedo.”

Coleman nasceu em Blackpool – ‘um bom lugar para crescer’ – e começou a atuar quando ainda era criança como integrante de uma companhia de teatro chamada, In Yer Space. “Eu amava assistir filmes e minha cabeça estava sempre em livros e histórias,” ela disse. “Eu só tinha que descobrir como fazer isso como meu trabalho.” Enquanto fazia audições em escolas de drama, aos 19 anos foi oferecido a ela o papel de Jasmine Thomas em Emmerdale, e sua representação lhe deu uma nomeação por “Most Popular Newcomer” no National Television Awards em 2006. Por quatro anos interpretando Clara Oswald, companion em Doctor Who, atuando ao lado de Matt Smith e, posteriormente, com Peter Capaldi, antes de conseguir seu papel como Rainha Victoria. “A transformação é uma das vantagens do trabalho,” disse Coleman. “Para The Cry, eu disse, “Vamos pintar o meu cabelo de loiro!” Eu queria parecer e me sentir fisicamente diferente.”

Além de ostentar um novo estilo de cabelo, Coleman foi obrigada a usar uma barriga falsa de grávida para algumas cenas, que, junto com seu papel matriarca real, é o mais próximo que ela chegou da maternidade (ela está há um tempo em um relacionamento com Tom Hughes que interpreta o Príncipe Albert). “A maioria dos meus amigos tem filhos”, ela disse. “Acho que é com isso que estou entrando muito em contato, a realidade cotidiana em ser um novo pai, e como é a coisa mais bonita, mas também pode ser muito isolado.” Por agora, está de volta à produção de Victoria até o outono. “Nós terminamos em outubro com mais um de seus filhos nascendo, e estamos começando o processo de envelhecimento também, então é bem divertido,” ela disse. “Estou começando a ficar um pouco mais larga e com o arredor dos olhos um pouco mais desgastado, e todas essas coisas. Eu amo ser capaz de transformar.”