Arquivo de 'brasil'



Jenna Coleman comparece à V&A Summer Party em Londres
20.06.2019
postado por Andrea de Lucca
Na noite de quarta-feira (19), Jenna Coleman compareceu à 4ª edição beneficente da V&A Summer Party, no museu Victoria & Albert, em Londres. A festa foi em parceria com a Dior, grife a qual Jenna estava vestindo. Foi a segunda vez de Coleman no evento, sendo a primeira em 2016 na 1ª edição.

Veja as fotos da atriz no evento:

Jenna Coleman comparece à final do Cartier Quee’s Cup Polo
16.06.2019
postado por JCBR
Na manhã de hoje (16) aconteceu na cidade de Windsor, na Inglaterra, a final de um dos maiores torneiros de polo do mundo, o Cartier Queen’s Cup Polo. A final foi disputada entre Park Place e Scone, sendo esta última a equipe vencedora.

Depois de passar alguns dias no litoral francês após encerrar suas apresentações de All My Sons no teatro Old Vic, Jenna Coleman retornou à Inglaterra e marcou presença na final do torneio ao lado de grandes celebridades. A atriz usou um lindo vestido florido Erdem acompanhado de saltos Mallone Souliers e jóias Cartier.

Sem mais delongas, clique nas miniaturas abaixo para ter acesso a mais fotos da estrela de Victoria no evento:

Jenna Coleman participa do Five Minutes Filosopher do site Stylist
25.04.2019
postado por JCBR
Ontem, 24, foi divulgada a participação de Jenna Coleman no tópico Five Minutes Filosopher do site Stylist para qual a atriz respondeu sobre algumas questões existenciais.

Confira a tradução:

Qual o significado da vida?
Estar vivo.

Qual a diferença entre estar certo e errado?
A diferença é a sensação que vem de dentro.

Onde está o seu lugar de felicidade?
Amanhecer. O nascer do sol. O mundo acordando. Café na cama. Esse é o maior luxo.

Personalidade ou educação?
Ambos.

É mais importante ser amada ou respeitada?
Amada. Mas eu espero que qualquer pessoa que me ame também me respeite.

Se você pudesse ser lembrada por uma coisa, o que seria?
Não sei. Provavelmente não fiz isso ainda então os outros podem decidir.

Quem ou o que é seu maior amor?
Minha família, meus amigos e histórias.

Quando você mentiu pela última vez?
Para um taxista quando ele perguntou qual era o meu trabalho enquanto eu escrevia isso.

O sobrenatural existe?
Eles simplesmente fotografaram um buraco negro [em uma galáxia a 55 milhões de anos-luz de distância]. Então quem sabe? Eu certamente estou aberta a isso.

Você é uma pessoa que espera as coisas acontecerem?
Acho que sim, mas também acredito em fazer mudanças ativas. Posso ficar aguardando e ser ativa?

Qual é o seu maior medo?
Eu tenho medo do medo que te prende em vez de te permitir. Nós gastamos muita energia tendo medo. E também não gosto de montanhas-russas.

Animais ou bebês?
Filhotinhos de animais.

Que talento você deseja?
A habilidade de puxar meus Rs e de tocar algum instrumento musical.

Você gosta de ser elogiada?
Sim, desde que não seja um elogio da boca pra fora.

Você tem um limite alto pra dor?
Acho que sim.

Qual é o livro que você mais recomenda?
Eu adorava The Goldfinch (de Donna Tartt) e A Little Life de Hanya Yanagihara e também The Catcher In The Rye, de JD Salinger. E acabei de terminar Tara Westover’s Educated [um livro sobre o amadurecimento de uma jovem nascida em uma rígida família mórmon que estuda uma maneira de sair dela] que eu super recomendaria a qualquer um.

Qual lição foi mais difícil de aprender?
Que o amor não é suficiente. Embora eu ainda não tenha certeza, eu reconheço isso.

Que comida resume a felicidade?
Qualquer comida em uma tigela. Estranhamente eu amo comer em uma tigela.

O que você nunca entendeu?
Feriados na barca.

Qual é a única coisa que você quer saber antes de morrer?
Como as pirâmides foram parar lá?

Você tem medo de morrer ou do que acontece quando você morre?
Nah. É um desperdício de energia. Curiosa, sim. A menos que eu esteja em uma montanha-russa pra ter medo de morrer.

Quinoa ou Quavers?
Desculpa pessoal, mas quinoa. Em uma tigela.

Em entrevista ao The Sunday Times, Jenna Coleman conta detalhes de suas férias no México
21.04.2019
postado por JCBR
Em janeiro, após chegar de Marrocos e ir direto divulgar The Cry e a terceira temporada de Victoria em Nova Iorque, Jenna Coleman aproveitou mais alguns dias na América para tirar uma folga no México.

A atriz ficou hospedada no hotel mexicano Esencia, em Tulum, antes de começar a se preparar para o papel de Ann Deever em All My Sons, e contou alguns detalhes desta viagem em entrevista ao The Sunday Times. Confira a tradução abaixo:

A última vez que estive no México foi com a turnê de Doctor Who com Peter Capaldi e sua família. Foi o aniversário de 50 anos do meu pai, então meus pais também vieram, e todos comemoramos em um restaurante no estilo Alice no País das Maravilhas na Cidade do México.

A Riviera Maya do México era algo mais sutil. Eu queria um lugar para relaxar com alguém próximo depois de fazer a press em Nova Iorque para o thriller da BBC, The Cry. O Hotel Esencia foi recomendado porque [de Nova Iorque] é um voo de mais ou menos 4h para Cancun, que fica a cerca de 50 minutos de carro do hotel.

Talvez seja a paleta vibrante e a abundância de verde. Talvez seja a atitude descontraída das pessoas, mas, para alguém acostumado a viver em uma cidade que pega o metrô todos os dias, o México exige uma mudança de ritmo. Fazendo dois trabalhos diretos — Victoria e The Cry — consecutivamente, era exatamente o que eu precisava.

O hotel, que fica no meio da floresta e tem uma praia privada, era originalmente a vila de Rosa d´Ferrari, uma duquesa italiana, que aparentemente ainda celebra seu aniversário aqui todo verão, e se sente segura. Eu particularmente gostei de todos os belos livros de mesa de café no quarto e fiquei feliz de me aconchegar e ler aqueles enquanto ouvia a chuva lá fora (nós não tivemos muita sorte com o clima). Kevin Wendle, proprietário do hotel, é fã de design de móveis, bem como livros sobre arte, e alguns de sua coleção estão aqui, o que aumenta a sensação de simplicidade. Eu também tenho uma grande paixão por interiores — tenho reformado uma casa — então as feiras são minha ideia do paraíso. No ano passado, peguei o trem até L’Isle-sur-la-Sorgue, em Provence, onde há um maravilhoso mercado ao ar livre de fim de semana. Eu me tornei como David Dickinson na minha velhice. Comprei um tapete em uma pista de skate, cadeiras de couro vintage e lustre.

Tivemos um dia gloriosamente ensolarado em Esencia, que passei lendo na praia, onde não há nada para a esquerda ou direita, só areia e mar. Parecia isolado — você não está realmente ciente que outras pessoas estão por lá. Eu sou reconhecida, mas não há nada de mais. Às vezes acontece em circunstâncias incomuns. Certa vez, eu estava jantando em um restaurante e havia alguém vestida como Clara Oswald, minha personagem em Doctor Who.

Quando chovia, fechávamos a porta do nosso quarto e ouvíamos o mundo lá fora. Nossa sala de selva tinha grandes janelas que se abrem para uma varanda com vista para palmeiras. Estávamos cercados por vegetação, pássaros e muitas iguanas. Eu tirei uma foto delas alinhadas e olhando na mesma direção, que nós legendamos “as iguanas Gogglebox”. O clima também me deu uma desculpa para aproveitar o spa, que usa ingredientes naturais inspirados nos maias, como mel orgânico cru, flores de hibisco e grãos de café. Foi rejuvenescedor, assim como as aulas de ioga durante o nascer do sol.

Cada dia, doces e café foram entregues à nossa porta, à esquerda em uma caixa ao lado — um toque agradável. A comida era fresca e saborosa, com ênfase em frutos do mar. Eu sou intolerante ao glúten e laticínios, então viajar pode ser complicado. Mas os chefs foram brilhantes e compreenderam as minhas necessidades. O restaurante mexicano à beira-mar do hotel, o Mistura, serve ceviche, saladas e, claro, guacamole. Há um novo Beefbar distante, também conhecido por seus sliders [receita de burguer americana], então você não precisa ser virtuoso. O hotel também serve cerveja Victoria, que é grande no México.

Depois de alguns dias revigorantes, fomos para o sul da costa até a mais animada Tulum. Foi frenético, como nós ficamos em alguns lugares diferentes por lá.

Isso foi divertido, mas nós gostamos muito de Esencia, estamos planejando voltar para o Ano Novo.

Quando Victoria visitou Osborne…

Uma das minhas viagens mais memoráveis foi a casa de férias da rainha Victoria e do príncipe Albert, Osborne, na Ilha de Wight. Nós ficamos em Sovereign’s Gate, a convertida casa de hóspedes, e recebemos um tour privado. Albert projetou a casa e reflete seu amor pela Itália. Eles foram a única família a viver lá, então foi incrível ir e ter uma noção do seu gosto e personalidade. Suas mesas ainda estão unidas e seus assentos de piano estão lado a lado — eles tocaram duetos juntos. Quando me ofereceram a primeira temporada, achei a Victoria difícil de entender. Eu não achei que gostasse dela. Ela era difícil, teimosa e inconsistente. Mas, agora, essas são as coisas que eu mais gosto nela.

Abaixo, algumas fotos da viagem ao México que Jenna compartilhou em sua conta no Instagram:

Jenna Coleman comparece ao lançamento da nova coleção de bolsas da Gucci
29.03.2019
postado por JCBR
Ontem, 28, foi realizado em uma das lojas da Gucci, o lançamento da nova linha de bolsas que leva o nome Zumbi em homenagem à atriz e musicista Zumi Rosow. As bolsas foram apresentadas pela primeira vez no desfile da grife para a coleção primavera/verão 2019, em Paris, em setembro do ano passado.

Usando um terno azul marinho com estampa floral dourada e uma blusa de renda, Jenna Coleman estava entre os convidados que compareceram ao evento realizado em Londres.

Veja fotos: